Casa Santa Teresinha

Diretrizes

  • De acordo com o Estatuto da Criança e Adolescente – ECA, nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, ou seja, ter qualquer de seus direitos ameaçados e/ou violados. A Casa Santa Teresinha buscará apoiar e fortalecer as crianças e adolescentes portadoras de doenças congênitas da pele, assegurando-lhes o respeito e participação na sociedade, trabalhando pelo resgate da autoestima, apropriação e ressignificação de sua história de vida e inserção social, oferecendo acompanhamento psicológico e social.
  • A Casa Santa Teresinha proporcionará a melhoria da condição de vida de crianças e adolescentes que vivem enclausuradas em suas casas e longe do convívio social. Para tanto a Casa será adaptada as suas necessidades a fim de proporcionar um acolhimento digno e trabalhará de acordo com a necessidade de cada criança/adolescente, seja no campo da assistência social ou psicológica.

Atividades a serem desenvolvidas

  • A Casa Santa Teresinha disporá de brinquedoteca e leitura infantil; sala de artes (onde serão ministradas aulas de música, dança e teatro); sala de jogos; sala de multimídia e leitura adulto; cinema (sala de TV) e sala de inclusão digital onde as crianças e adolescentes poderão receber aulas de informática e ter acesso à internet.
  • Acompanhamento psicológico individual e grupal com as crianças, adolescentes e suas famílias;
  • Promoverá acesso à rede socioassistencial, aos órgãos do Sistema de Garantia de Direitos e às demais políticas públicas;
  • Realizará palestras educativas que visem o desenvolvimento intelectual, físico e mental;
  • Apoio às famílias- realizará palestras e encontros mensais com as famílias, estimulando a convivência saudável em grupo e comunidade e fomentará ações de saúde da mulher.

História de Santa Teresinha

“Quero passar meu céu fazendo o bem na terra”. Santa Teresa viveu somente 24 anos. Mas, deixou um grande legado de amor para a Igreja, o qual se tornou muito conhecido com o passar do tempo. Teresinha entrou para o Mosteiro das Carmelitas em Lisieux aos 15 anos de idade, com a autorização do Papa Leão XIII. Sua vida se passou na humildade, simplicidade e confiança plena em Deus. Entregou-se com inteira decisão e consciência à tarefa de ser santa. Sem perder o ânimo, diante da aparente impossibilidade de alcançar os pontos mais elevados da renúncia de si mesma, costumava repetir: “Deus não inspira desejos impossíveis. Não tenho que me fazer mais do que sou, mas sim me aceitar tal como sou, com todas minhas imperfeições”.

Teresinha tinha um profundo desejo em seu coração de ter sido missionária “desde a criação do mundo até a consumação dos séculos”. Queria ser tudo, até que descobriu sua vocação: “No coração da Igreja, minha mãe, eu serei o amor”. Santa Teresa morreu de tuberculose, em 30 de setembro de 1897, dizendo suas últimas palavras: “Oh!… amo-O. Deus meu,… amo-Vos!”.

Seja um Doador

Com sua doação você ajudará a mudar a vida de muitos portadores de genodermatoses no Brasil. Qualquer quantia nos ajuda a dar continuidade nas ações que o Instituto proporciona para melhoria da qualidade de vida dessas pessoas.

Faça sua Doação